Bitcoin Chegará a Valer US$ 700 mil, Diz Empresa de Capital de Risco

0

O empreendedor e investidor britânico John Pfeffer fez uma estimativa ousada para o valor do Bitcoin no futuro. Para ele, a criptomoeda poderá atingir a faixa dos US$ 700 mil, além de ser a moeda que poderá substituir o ouro e se tornar a principal moeda de reserva internacional.

As apostas foram reveladas durante a Sohn Investment Conference na segunda-feira (23) em Nova York, no evento anual que reúne os maiores investidores e gestores de fundos hedge em Wall Street para compartilharem experiências e expandirem sua network, segundo a Fortune.

John Pfeffer, um dos donos da Pfeffer Capital, empresa de capital de risco londrina, estimou o valor futuro do Bitcoin em 75 vezes mais do que seu valor atual, em torno de US$ 9 mil. O investidor, porém, não estabeleceu a data em que isso ocorreria.

A estimativa é ainda mais otimista que a de alguns dos maiores entusiastas da criptomoeda, como o investidor de risco Tim Draper, que aposta que a unidade do Bitcoin valerá US$ 250 mil em 2022.

Pfeffer baseia sua estimativa primeiro assumindo o que considera o grande potencial do Bitcoin substituir o ouro, ou de se tornar a nova moeda de reserva internacional.

Segundo o investidor, o montante total de ouro disponível no mundo vale em torno de US$ 1,6 trilhão. O Bitcoin, ainda segundo Pfeffer, atingirá um valor total equivalente quando houver 18 milhões de unidades da moeda (hoje há em torno de 17 milhões, de 21 milhões que podem existir). Nesse cenário, com a criptomoeda assumindo o papel do ouro, sua unidade valeria US$ 90 mil, a estimativa mais baixa feita por Pfeffer.

Bitcoin como reserva internacional
Para o investidor, o Bitcoin pode valer ainda mais ao ser usado como reserva internacional pelos governos, como o dólar e o euro atualmente, que são armazenados em grandes quantidades para pagamento de dívidas.

As reservas atuais dessas moedas somam aproximadamente US$12,7 trilhões. Pfeffer assume que o Bitcoin, nessas circunstâncias, não poderia repor completamente as moedas fiduciárias usadas internacionalmente. Ele elaborou cenários em que o Bitcoin ocupa 1/4 das reservas, o que implicaria em uma valorização proporcional de 20 vezes.

Se o montante de Bitcoin de fato ocupar a totalidade das reservas internacionais atuais, mais as reservas de ouro, seu preço atingiria a marca de US$ 700 mil.

Pfeffer é conhecido entusiasta de criptomoedas há aproximadamente dois anos. Mas recentemente decidiu voltar toda sua atenção e investimentos ao Bitcoin. Ele diz ter chegado à conclusão de que as outras moedas servem para diversas operações, mas não como dinheiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here